'A parte pelo todo', de João Luís Barreto Guimarães

IMAGENS NÃO EDITADAS

Un ligne donnée

Paul Valéry

Percebo que o verão terminou quando
o homem dos gelados me saúda desta vez
com as mãos enfarruscadas.

Está

un mar de devolver corpos. Revoadas
de gaivotas como girassóis de areia
esperam que o acaso sirva sushi
na rebentação.

Tanta coisa resiste que

funciona a vento (o orgulho das bandeiras
a viagem das sementes)
é possível que tenhamos chegado até aqui
apenas para poder ser parte da circunstância
(não digo a forma dos ramos:
o vazio entre eles).

Ficámos velhos

tão cedo chegamos tão
perto do medo
procuro alguém frente ao espelho (sei
que alguém está
sempre lá).

Share

Comments are closed.