Homenagem a um amigo que retorna

Fotografia Gatos da Pedreira por Alfredo Ferreiro

Gatos da Pedreira, primavera de 2016.

Para A. Pedrosa, traficante de sonhos e tapetes

Ó amigo, lembro-me de ti
agora que morreste
e vejo que floresce
o tempo na tua mão,
e que vens para me fazer
saltar sob o passado
sobre o presente
e por entre os ramos
de um futuro em que os dous
juntaremos nossos corações
ambivalentes
no berço do que nos é comum
ontem, agora e sempre.

{Palavra Comum}

Share

Deixar uma resposta